crisjoshaff@gmail.com

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Sintonia da Felicidade

Ouço a canção do mar no tilintar dos sinos de cristais.
Uníssona às ondas, 

perfeição e sintonia encantando olhos e alma.
As ondas no rochedo batem, 

explodindo em meio a perfeição de rara beleza.
Os pássaros em revoada se debatem...
O sol desponta no firmamento azul de céu e mar,
Tingindo com rajas de fogo 

a água transparente e translúcida.
Meus olhos, espelhos d’alma, 

refletem meu encanto.
Suspiros arfam meu peito 

com o deslumbrar de toda a criação.
Na areia úmida,

que ainda não havia sido tocada pelos raios de fogo...
Pisam pés descalços, 

que tilintam sinos e compõem versos.
Na areia um poema, 

ao vento sopro palavras...
Nas nuvens sonhos, nas rochas...

o passado permanece encrustado.
Neste momento apenas o presente vive...

O olhar se deslumbra com a beleza,
No sorriso 
brilha a esperança,
Nas mãos que escrevem na areia...
Palavras como flores 

desabrocham amor.
O tilintar ressoa alto e longe.
O sol raia no desvencilhar dos sonhos 

fazendo nascer esperanças.
As ondas tocam-me os pés,
Levam minhas palavras, 

mas não apagam minhas lembranças.
No rochedo...

ficarão as lembranças do passado.
No mar e nas nuvens...

as esperanças do futuro.
Na areia...

o sonho que o mar levou 
meu olhar permanece encantado 
com a beleza e a perfeição, 
buscando sonhos, 
recordando lembranças 
e sobretudo vivendo além da saudade...
O toque da felicidade!

Nenhum comentário:

Postar um comentário