crisjoshaff@gmail.com

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Perto de ti, há um anjo...


A voz do coração brada palavras 
para os desventurados, 
para todos aqueles 
que se sentem perdidos e desorientados.
A voz d’alma resplende raios de esperança divina, 
recobrindo-te com a sua  brandura e com seu amor.
A voz divina reclama piedade aos corações 
e complacência às almas, 
porque os anjos sentem a vibração humana 
e quando um coração para Deus se eleva 
ganha asas um anjo lindo ao doar-se a luz.
Perto de ti, um anjo reluz na aurora da existência, 
não está a teu serviço, 
mas se necessitares, 
virás ao teu auxílio.
Perto de ti, um anjo te sopra palavras,
eleva-te ao pedestal divino 
e te permite tocar nos sacrários das almas humanas.
Perto de ti, um anjo roça em teu rosto suas asas 
e a brisa leve que eriça-te é apenas o rufar destas asas.
Perto de ti, passos não há, porque levitas,
 teus pés não tocam ao chão, 
porém teus olhos vêem muito além do que os espelhos, 
captam vibrações 
e amam aqueles que conseguem compreender a simplicidade da vida.
Perto de ti, há um anjo,
um anjo que sorri a ti, 
para ensinar-te uma das mais belas lições de amor: 
a humildade.
Perto de ti, tão perto, tão perto que podes agora sentir, 
há um anjo aqui... 
Um anjo que de mãos dadas com tantos outros anjos
conduz teus caminhos, 
ilumina teus passos, 
ensinando-te lições imprescindíveis.
Dentro do teu coração,
irá permanecer a luz desse teu anjo, 
para que teu coração possa ser curado 
de todas as amarguras,
tu possas novamente sorrir com a alma 
e vibrar ao som dos clarins e das cítaras 
que para ti e por ti ressoam, 
junto ao coro harmonioso dos anjos celestes.
Em ti permanece sonhos, 
que em breve floresceram 
como um jardim em plena primavera.
Em mim permanece esperanças de frações secundárias 
que resplandecem cores similares às estrelas, 
faíscas etéreas 
que tocam a divindade 
e são levadas aos confins efêmeros.
Em ti permanecerá a luz 
que depositamos em tua consciência, 
a força que permitimos ao teu nobre coração 
e a sublimidade de tornares real 
o que parece a todos apenas sonho.
Em cada canto do teu olhar, 
há um pouco do que é divino, 
porém ainda és humano 
e tuas dores  são mortais, 
no entanto, o tempo se esvai, 
sobes degraus que poucos conseguirão atingir. 
Em teus pés, flores do campo, 
ornam-te os tornozelos; 
em tuas mãos permanece a pena de prata, 
símbolo reluzente dos Imortais; 
em tua cabeça, uma coroa de flores do campo 
ornamenta teus lindos e longos cabelos; 
e em teus lábios, palavras profetizam 
o que não conseguem compreender 
os tolos e os omissos na messe de saber viver.
Não deixes teus lábios proferirem palavras vãs. 
Não deixes que teus ouvidos capitem mesquinharias. 
Não permitas que teus pés te conduzas ao abismo 
e mais jamais esqueças que o que aqui está
ao mundo pertence 
e para os anjos devem ser aclamados 
em tons, sons, cores e luz...
Dentro do teu coração, 
Deus colocou a luz das estrelas, 
para que teu brilho jamais possa ser ofuscado.
Dentro do teu olhar, 
Deus colocou as cores do arco-íris 
e permitiu-te ver além dos olhos e tocar n’alma.
Dentro dos teus sonhos, 
Deus te deste a certeza 
de que a vida é uma oportunidade única 
de se fazer Ser dentro do existir que temos.
Olhes ao teu redor 
e percebas que Deus espera de ti 
o que Ele sabe, que tu podes ser.
Se não podes ver teu anjo, 
escuta-o como fizeste agora, 
ele é teu amigo, 
vela por ti 
e para ti canta os primores divinos, 
entre os acordes de uma longa canção... 
A vida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário