crisjoshaff@gmail.com

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Despedida?!


Como uma águia
que alça voo rumo ao desconhecido
vejo-te partir dos meus sonhos...
Tu te preparas para desbravar mistérios,
transcender obstáculos
e ousar rumo ao futuro incerto
que se apresenta diante de ti.
Nosso reencontro foi um presente de Deus
a corações que já sofreram muito.
Sabe, às vezes,
as pessoas me perguntavam sobre o amor
e eu sempre respondia
que nunca tive sorte no que chamam de amor,
sempre amei as pessoas erradas
ou fantasiei demais,
mas, hoje, diante de ti,
eu sinto que estava enganada.
Deus me deu a chance de te encontrar,
de saber que almas gêmeas existem,
embora nem tudo seja perfeito.
Ele me permitiu  te amar,
de uma maneira que eu nem sabia que poderia.
Sei que muito do que sinto,
não passou de sonhos, ilusões e fantasias,
mas tudo isso tem uma imagem, uma voz, um nome...
O tempo passou...
A saudade invadiu meus intermináveis dias de solidão,
eu vi passar pessoas que me amaram 
como eu te amo
e nada pude fazer...
É chegada a hora de me despedir dos sonhos
para viver a realidade...
É preciso ousar,
alçar voo rumo a essência do que sou
e por isso deixo-te livre do meu amor,
que de tão imenso e intenso aprisionou-nos
e o amor verdadeiro precisa da liberdade 
para amadurecer,
para desabrochar,
para romper grilhões...
O amor precisa ser encontro e não despedida.
Precisa de caminhar na mesma direção 
e não mais fugir de si mesmo.
Deus, um dia, permitiu que nossos olhos se cruzassem,
que nossos corpos se tocassem
e que nossas almas se unissem,
tudo isso por amor,
mas há barreiras,
há um rio que nos corta,
que nos impede de estar juntos.
Precisamos seguir o curso do nosso caminho
e nesse instante ele se divide.
Talvez não possamos estar juntos nesta etapa,
mas eu queria que soubesses o quanto eu te amo,
do quanto eu sou grata a Deus,
por ter me permitido estar nos teus braços,
mesmo que por tão pouco tempo.
Afinal cada segundo do teu lado vale a pena!
Talvez daqui a muitos anos
eu me lembre de ti com saudade
como quem se lembra de um sonho bom...
Talvez quem sabe o destino
Coloque-nos sob o olhar perspicaz do outro,
quem sabe algum dia 
tu consideres que sou merecedora
de ti ou do teu amor.
Mas hoje, eu precisava dizer
que nós somos uma poesia que faz mágica,
a cada vez que nos abraçamos no olhar,
a cada vez que transpomos a distância
e nos tocamos.
O que tu semeaste em minh’alma e coração
não pode ser destruído,
será certamente transformado
e tu ainda ouvirás meu nome por aí,
ainda verás algumas palavras
que te lembrarão a mim...
Quanto a mim,
não se preocupes não estou só, 
lembra-te?
E nunca estarei...
Além disso, haverá sempre a certeza
de que em algum lugar longe dessas terras
há  um encantado olhar,
alguém que espera
e um amor além dos limites humanos
esperando para nos enlaçar,
envolver-nos,
preencher com luz e beleza
o nosso coração e a nossa vida.
Em tudo brilham as estrelas,
resplandecendo em nossas vidas,
ilumina-se uma nova aurora...
É tempo de colher e de semear novos ideais,
reina a verdade dos olhos que não se ocultam,
a luz dos que não se escondem,
a voz dos que não se calam,
a força daqueles que lutam,
a coragem dos que merecem a glória.
Tua luz expande os sonhos
que abrigas dentro do coração.
Tua alma brada uma nova esperança.
É tempo de mudanças,
de novos horizontes e de muitos sonhos.
Cada segundo é valioso
e não pode ser perdido ou desperdiçado,
porque pode não haver tempo
para reconstruir o que foi destruído.
Não se oculte nos medos,
porque pode ser tarde demais...
quando quiseres dizer a alguém
que valeu a pena...
Nunca deixe de dizer aos teus verdadeiros amigos
que eles são importantes para ti,
que te ensinaram muito,
porque teus caminhos se abrem para novos horizontes
e pode ser que não mais os encontres.
Não perca a chance de mostrar a todos
a tua coragem de vencer desafios,
mesmo quando tudo parece perdido...
Muitos se espelham em ti,
esperam a oportunidade de encontrar em ti
forças para prosseguir na árdua tarefa de viver,
como eu que me espelhei em ti
para encontrar meu caminho.
Tua grandeza afasta muitos de ti,
uns por quererem tua luz,
outros por não se acharem merecedores dela
e outros tantos por não encontrarem espaço
para se aproximarem de ti.
Eu sou um dos muitos admiradores teus,
não quero tua luz,
todavia quero poder tocar nela através de ti.
Não quero teu lugar, mas estar contigo,
sem se importar muito com onde seja.
Quero ver-te feliz
mesmo que não seja nos meus braços.
Quero ver-te voar
e desbravar os sonhos
que despertaste em  tantos que te cercam...
Amo-te muito, quero-te demais,
mas te quero livre,
como a águia dourada
que ousa voar sobre os sonhos que plantamos,
que não cisca o mesmo lugar,
mas vai atrás de um novo tempo e de um novo amanhã.
Quando me lembro de ti,
vejo um espelho a refletir a luz do sol,
a resplandecer coragem,
a bradar palavras que não podem silenciar ideais...
Quando olho para tua imagem diante de mim,
agradeço a Deus pelos momentos que pudemos viver,
foram intensos, autênticos e verdadeiros.
Nossos caminhos podem se dividir,
podemos até não mais nos encontrar,
mas haverá em meu coração sempre
alguma coisa que me lembrará de ti...
Gestos, palavras, toques, sabores...
desejos, medos, conquistas...
Sou um dos passantes do teu caminho,
tua conquista é muito maior do que os olhos podem tocar,
mas quero que saibas sempre,
que passei por ti, como uma vontade imensa de ficar.
Agradeço a Deus
a oportunidade de ter conhecido além do amigo,
o homem, que física e espiritualmente
faz-se autêntico e verdadeiro.
Que me ensinou que o ser humano
precisa despertar para um novo dia
e que fazemos diferença
quando utilizamos nossa capacidade de lutar.
Não pense que tudo isso é porque acredito
que não voltarás,
acredito que precisas encontrar o teu lugar,
há palavras que precisam ser ditas,
o ser humano tem necessidade das palavras,
às vezes de ouvi-las,
tantas vezes de proferi-las
e outras tantas de escrevê-las,
para que elas não se percam
na areia da lembrança,
mas se cravem na rocha dos corações dos que as leem.
No meu coração...
há um lugar especial guardado para ti,
como amigo,
como ser humano,
como homem,
como parte de mim...
O tempo pode afastar as pessoas,
mas não pode apagar as lembranças
e tu és especial demais
para ser esquecido assim tão facilmente.
Quero que saibas que torço por ti,
que rogo a Deus pela tua felicidade
e que sinto muita falta de ti.
Mesmo assim,
para mim foi bom, especial demais estar contigo...
Nos teus braços...
Ah, se me fosse dado o direito de sonhar...
mas existem pessoas que nasceram
para buscar o amor, não para encontra-lo...
Raros são os que verdadeiramente o encontram...
Talvez eu seja um desses...
Lutei muito pelos meus sonhos,
mas ainda não me foi dado
o direito de ser feliz
e, às vezes, eu ainda demorarei muito
para merecer essa dádiva.
Brilha alto,
resplandece a todos com tua luz
e permita que a chuva desperte teus sonhos
que nascem agora,
nesse novo tempo...
que a distância seja apenas 
um intervalo no pensamento
e que a saudade não permita
afastar lembranças e sonhos,
mas mantê-los
como chama incandescente em nossos corações.
Amo-te!... Amo-te...Amo-te!!

2 comentários:

  1. Olá, querida Neide
    O encanto e desencanto fazem parte da história de amor mais linda: a nossa própria...
    Bjm de paz e esperança

    ResponderExcluir
  2. Olá, Orvalho do céu, é verdade, a nossa história se escreve nos encontros e desencontros, nas esquinas da alma que constrói o que e quem somos...
    Abraços!
    Obrigada por su visita!

    ResponderExcluir