crisjoshaff@gmail.com

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Tua Voz

Como canção profana
Toca-me tua voz...
Acendendo a chama
Do desejo em nós.

Vejo-te perpassar por mim,
Olhares turvos,
Voz a silenciar assim
Desejos e medos mudos.

Teu olhar infiltra
N’alma faz dançar...
Imagem perfuma
E me faz sonhar...

Teu olhar despe
As palavras que não houve.
Desejos nos vestem
Dedilhando nos absorvem..

Quero ir além...
Além do teu olhar
Onde não haja ninguém,
Para impedir a fúria do mar.

Mar em turbilhão...
Veste-nos com a canção...
Canção da tua voz,
Desfazendo todos os nós...

Rompe-se nas rochas,
As lavas de um vulcão.
Resfriando-se nas ondas,
“Tempestades... Tufão!”

É tua voz
Que vive nas palavras...
Que arde nos olhos
Na ânsia de apreendê-las.

Ouço-te no meu silêncio,
Porque tu em mim persistes.
É preciso apagar o incêndio
Que tua voz desprende.

Tudo se resume num olhar,
Num  toque que se perdeu.
Em meio a voz se ascendeu
O fulgor insano desse mar!

2 comentários:

  1. Olá,
    Passando pra desejar-lhe uma semana abençoada e comunicar que estou bem afastada da net...
    Meus blogs sumiram e tivemos que criar outros continuando os antigos...
    Uma enfermidade me pegou de supetão e me distanciou ainda mais daqui pois precisei estar hospitalizada e agora, em "liberdade condicional"... ( dias em Hospital e dias em casa, entre exames, diagnósticos e outros)...
    Assim que der, seguirei lendo seu post e me enriquecendo, como sempre.
    Bjs de paz e esperança

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que a sua semana também seja abençoada e que esta enfermidade possa fazer-lhe mais forte, afinal nada do que vivemos é por acaso. Que Deus possa visitar seu sono, revigorar sua saúde física e torná-la ainda mais segura e forte nos ses caminhos.
      Melhoras para você que é e sempre será bem-vinda!
      Abraço revigorante!

      Excluir