crisjoshaff@gmail.com

domingo, 22 de janeiro de 2012

Alhures

Nos alhures do passado,
perderam-se sonhos e desenganos.
O futuro é apenas um fiasco de esperança,
de sonhos adormecidos e de fragmentos desvanecidos.

Nesse instante,
sou apenas saudade
que busca bálsamo nas suas lembranças
e nos meus sonhos a felicidade.

Sou gota de luz
buscando o brilho dos seus olhos,
sou verdade de um coração
que só chama por você.

Nos alhures de minhas lembranças
pode-se encontrar medos e desejos,
mas sempre há junto delas
um pouquinho de você.

Como é possível, alguém nos invadir assim, em tão pouco tempo?
Será possível viver de resquícios de você,
de fagulhas de amor e pedaços de sonhos?
Até quando será suportável essa dor e essa saudade?

Sou pequeno grão de areia em busca de respostas,
que nem mesmo o deserto conseguiria dar,
sou ser humano tentando decifrar enigmas do destino milenar.
Antes de tudo, sou sua outra metade: em corpo, alma e coração...

Nenhum comentário:

Postar um comentário