crisjoshaff@gmail.com

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Cacos de nós



Cacos de nós

Espelham-se pela memória...

Reconstroem a imagem,

Mas não me permite reviver momentos...

Espelho que olha...

Imagem que não me vê...

Só... há outro...

No reflexo turvo...

Que se molda à minha frente...

Solidão, amor insistente...

Quero, sofro, grito...

Não há palavras...

Tudo se transforma...

Tudo se torna...

Tudo é apenas...

    Saudade!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário