crisjoshaff@gmail.com

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Insondável


A luz da lua deseja-se sobre mim...
Busco teu olhar no reflexo do lago...
Mas vejo apenas meus olhos tristes
A perscrutar o insondável...


O amor muitas vezes é assim....
Intraduzível em palavras...
Indelével nas imagens...
Inexorável na essência...


A distância corta-nos
Divide-nos entre o passado e o presente...
Enlaça o presente no futuro...
E o futuro se perde no infinito...


Sinto o vento a embalar-me
Num sonho perfeito
Dança nos meus olhos
As silhuetas fantasmagóricas do passado...


Há uma sintonia insana
Que nos conduz um ao outro...
Meus pés deslizam
Junto dos teus...


Meu corpo sente teu suor...
Teu perfume e sabor...
Instintivamente... Quer mais...

Então... Acordo derretendo de calor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário