crisjoshaff@gmail.com

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Talvez



Talvez...
Seja a saudade que veio, de novo, me abraçar
Ou será que é o vento que bateu à porta do coração?

Talvez...
Seja eu assobiando uma canção
Ou será o mar despejando seu lamento?

Talvez...
Seja a chuva batendo na janela
Ou será a lágrima da despedida?

Talvez...
Seja o desvario meu
Ou quem sabe um suspiro seu?

Talvez...
Seja o barulho da porta
Ou será que é a mente absorta?

Talvez...
Seja o pretexto do texto
Ou será uma metáfora perdida?

Talvez...
Seja o silêncio que o emudece
Ou serão minhas muitas palavras?

Talvez...
Seja a voz do poeta sussurrando versos
Ou será sua voz sondando segredos?

Talvez...
Seja sentimento perdido, escondido
Ou será apenas desejo em nós guardado?

Talvez...
Seja pedaço de um sonho de outrora
Ou será mesmo presente, agora?

Talvez...
Seja apenas sonho... meu,  quem sabe...
Ou será magia em expansão?

Talvez... talvez... talvez...
A vida é incerta:
Vivemos nos equilibrando entre as diferenças
Em busca de certezas que não temos
Sonhando...  delirando...
Acreditando que em algum lugar
Encontraremos o que verdadeiramente somos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário