crisjoshaff@gmail.com

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Asa ferida... Coração partido




Sou pássaro de asa ferida
Que almeja o voo
Que quer seguir rumo ao sol,
Mas que, por um motivo ínfimo,
Sente-se perdido, desnorteado...

Sabe que pode voar,
Mas impossibilitado de realizar
O que sua essência determina
Segue, vive à margem de si mesmo...
Perambulando entre o real e o sonho...

Nos dias de sol, busca a luz
Que pode curar sua dor...
Nas noites de lua, vê-se taciturno,
Almejando as estrelas...
Suspirando lembranças...

Sua asa ferida é sua prisão...
Coração partido que sofre
Impedindo a concretização de ideais...
Assim estou, buscando amor e luz...
Para curar as feridas deste coração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário