crisjoshaff@gmail.com

terça-feira, 24 de abril de 2012

Prece




As lágrimas que brotam dos meus olhos
espelham a dor que fere minh´alma.
Senhor, perdoai as falhas do ser humano que sou.
Ajudai-me a ser justa.
Ensinai-me a perdoar.
Ensinai-me a amar...
a amar mesmo sem receber amor algum...
Ensinai-me a aprender.
Ensinai-me a ensinar...
A ser o que escolhi 
e o que escolhestes para o meu caminho.
Senhor, perdoais os meus pecados tantos,
Os meus desejos muitos.
A maneira turva que às vezes caminho.
Acendei, Senhor, uma luz no meu caminho,
Não me deixais sozinha no escuro...
Os espinhos ferem e chagam-me o coração.
Sinto-me só, sem rumo, sem saídas...
Busco na fé, uma resposta...
Peço-Lhe Deus, forças, pois quero prosseguir...
Preciso seguir o curso do rio
que me conduz ao meu destino.
Senhor, haverá esperanças
para os corações abandonados?
Haverá saída para aquele
que não sabia que estava errado?
Ó Pai, permitai encontrar a luz...
Permitai conhecer o amor supremo do Vosso filho Jesus...
Concedei-me, Senhor,
a esperança de olhar para o alto
e ver a luz do sol sobre mim...
Inspirai a ser Vossa mensageira,
Vossa ouvinte,
Vosso instrumento de saber e aceitação.
Muito tenho pedido
e confio em Vós,
pois nunca me abandonastes.
Não me permitais desanimar,
nem me fazer fraca, miserável sem o Vosso amor.
Agradeço por tudo que tenho,
por cada sonho,
mesmo os que eu sei que nunca serão realizados.
Agradeço pela minha família,
que longe, ainda é o que me destes de mais precioso...
Agradeço por cada uma das pessoas especiais
que colocastes em meu caminho...
Que me ajudam a prosseguir
mesmo em meio aos espinhos
que me ferem...
Agradeço por todas as conquistas,
por todas as vitórias.
Por todas as pedras que me ensinaram a lutar.
Por todos os desafios
que me mostraram que sou capaz de prosseguir
no caminho do amor verdadeiro.
Agradeço pelo que sou
e pelo que ainda posso ser.
Agradeço pelos dons que colocastes em meu caminho,
em minhas mãos...
Pelo passado que me fez sofrer tanto,
Pelo presente laborioso
que exige de mim, tantas renúncias,
Pelo futuro que ainda posso e vou conquistar.
Agradeço ainda pelas flores
que ornastes os meus cabelos,
Pelo perfume que exalam,
mesmo na rigorosidade do inverno,
Pelas vozes que não me permitem estar plenamente só.
Pelos mensageiros celestes
que orientam o meu caminhar.
Agradeço, Ó Pai,
cada palavra aqui dedilhada,
pronunciada e sussurrada aos ouvidos meus.
A todas que não puderam se calar,
àquelas que preferiram silenciar
para não ferir alguém.
Às muitas que fazem de mim,
um rascunho em busca do saber,
um degrau em busca da conquista,
um sonho em busca de si mesmo.
Por estar aqui,
por cada segundo,
pela luz do sol que resplandece diante de mim.
Pela perfeição dos instantes mágicos
que me fizeram crer em tudo
e principalmente em Deus.

                     Obrigada!
                    Obrigada!
                   Obrigada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário