crisjoshaff@gmail.com

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Pegasus




Através de versos, de poesia e música...
Podem-se auxiliar os outros...
Levar sonhos e tocar na alma,
Transmutar palavras em emoções...
É possível despertar poetas adormecidos
No âmago dos corações...
Que se encantam com as palavras
E se deixam levar pelas metáforas aladas.
O poeta que me sopra palavras,
Canta versos de amor 
Para um coração despedaçado
Mais uma vez pela dor...
Ele descreve lugares,
Compõe rimas que eu não sei precisar,
Despeja sobre mim as cores de outrora,
Pede que eu desperte da letargia
Que me impediu de sonhar...
Estava morta em vida, zumbi de mim mesma,
Que se deixou levar por medos e fraquezas...
Até que um sopro de vida,
Despejou luz sobre minha escuridão...
Só então vi o caos do meu destino,
Destroçado por más escolhas...
O poeta gritava, clamava aos anjos...
Despertei, retomei as rédeas
Pude, finalmente, ver Pegasus
Alçando voo rumo ao futuro...


Nenhum comentário:

Postar um comentário