crisjoshaff@gmail.com

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Palavras ao vinho



Taciturnamente...
Perambulo pela orla dos sonhos...
Há em mim um vazio sem igual...

Secretamente...
Minha voz silenciou os sentimentos...
Calou-me o poeta das ilusões...

Sorrateiramente...
Vejo surgir imagens desconexas...
Catarse de uma história surreal...

Veladamente..
Meu anjo abraça-me...
Alçamos voo rumo ao infinito...

Sinceramente...
Nos seus braços, ouço o murmúrio do vento...
Pedindo-me que escute seu lamento...

Loucamente...
Deixo meu olhar procurar a luz...
E compreendo tudo que me conduz...

Perfeitamente
Deposito no meu silêncio e nas palavras
As marcas indeléveis do tempo

Simultaneamente...
Sorvo o vinho do amor e o despejo sobre mim...
Meus versos embebidos de vida deslizam...

Na mente...
Sinto a magia pulsar e expulsar os medos...
Embriagada pela poesia, entrego-me às palavras!

Um comentário: